NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Boca e River fazem o Superclássico às 21h30

O primeiro finalista da Libertadores será conhecido hoje, 21h30, no Superclássico entre Boca Juniors e River Plate, em La Bombonera. Os donos da casa tem uma tarefa complicada, pois precisam vencer por três gols de diferença para eliminar o rival.

No Boca Juniors, os problemas com lesão foram um problema nas últimas semanas. Nomes conhecidos como Tévez, Ábila e De Rossi fazem tratamento intensivo para que possam jogar.

O técnico Gustavo Alfaro deu indícios da escalação que vai a campo nesta terça-feira. Para a vaga do volante Capaldo, que foi expulso no jogo de ida, Salvio foi o escolhido. Já o meia Soldano perdeu o lugar para Almendra.

No entanto, ainda há uma dúvida, no ataque. Tévez segue se recuperando de dores no pé e não tem trabalhado no campo. Com isso, Hurtado deve ser confirmado ao lado de Zárate no setor.

Pelo lado do River Plate, Marcelo Gallardo não tem qualquer problema para o clássico. Para melhorar a situação do treinador, o volante Ponzio e o atacante Scocco voltaram a ter boas atuações e ficam no banco de reservas.

Gallardo não fez qualquer mistério e vai repetir a formação que venceu o confronto de ida, no Monumental de Nuñez. Borré e Suárez formam a dupla de ataque, com Scocco e Lucas Pratto sendo opções no banco.

O River Plate pode perder por um gol de diferença que se garante em mais uma decisão de Libertadores. Se perder por 2 a 0, o confronto será definido nos pênaltis. Se o Boca Juniors vencer por três gols de diferença irá para a final.

A decisão da Libertadores será no dia 23 de novembro, em Santiago, no Chile.

Scroll To Top