NITERÓI/RJ
Min:   Max:

CPI cobra aceleração no convênio para fiscalizar Enel e Light ao secretário de Desenvolvimento do Estado

O pedido para que a fiscalização das empresas de energia seja retomada o mais depressa possível foi oficializado nesta terça

Participaram do encontro os deputados Max Lemos (MDB), Fábio Silva (DEM), Jorge Felippe Neto (PSD), Bruno Dauaire (PSC) e Gustavo Schimidt (PSL)

Divulgação Alerj

Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) destinada a investigar irregularidades na prestação de serviços das concessionárias de energia elétrica Enel e Light, da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), solicitou ao secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico e Geração de Emprego e Renda (Sedeger), Lucas Tristão, a agilização do novo convênio da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) com a Agência Reguladora de Energia e Saneamento Básico do Estado do Rio de Janeiro (Agenersa).

O pedido para que a fiscalização das empresas de energia seja retomada o mais depressa possível foi oficializado nesta terça-feira (17) em reunião no Palácio Guanabara.

"O convênio precisa ser celebrado. Apontamos essa necessidade desde que percebemos que a falta da fiscalização é que torna, cada vez maior, a reincidência dos problemas das empresas. Na próxima semana, faremos uma grande audiência pública na Alerj convidando a Aneel para apresentar o que coletamos até agora e para formalizar o compromisso com a Comissão", adiantou a presidente da CPI, deputada Zeidan Lula (PT).

Também participaram do encontro os deputados Max Lemos (MDB), Fábio Silva (DEM), Jorge Felippe Neto (PSD), Bruno Dauaire (PSC) e Gustavo Schimidt (PSL).

Scroll To Top