NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Após decisão do Supremo, defesa vai pedir soltura imediata de Lula

Decisão veta a execução da pena após condenação em segunda instância

Defesa vai pedir a soltura imediata de Lula

Marcelo Feitosa / Arquivo

Após decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) na última quinta-feira (7), que veta a execução da pena após condenação em segunda instância, os advogados do ex-presidente Lula devem pedir já nesta sexta-feira, a soltura imediata do petista.

Preso desde 7 de abril de 2018, Lula foi sentenciado a mais de oito anos de prisão no processo do tríplex, que liga o ex-presidente a um esquema de corrupção e lavagem de dinheiro envolvendo contratos com a empreiteira OAS e a Petrobras. Ele cumpre pena na carceragem da Polícia Federal, em Curitiba.

Scroll To Top