Jorge Zelada tem prisão mantida

Atualidades
Tpografia
  • Mínimo Pequeno Médio Grande Gigante
  • Fonte Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

O Tribunal Regional Federal da 2ª Região decidiu, ontem, pela manutenção da prisão do ex-diretor da Petrobras Jorge Zelada, negando pedido de habeas corpus impetrado por sua defesa. A notícia foi divulgada em nota pelo Ministério Público Federal (MPF), que havia se possicionado contra a possível libertação de Zelada.

Segundo o MPF, Zelada é acusado de corrupção passiva, lavagem de dinheiro, evasão de divisas e associação criminosa. Ele está preso desde julho, em Curitiba, e teve prisão preventiva decretada pela 3ª Vara Federal Criminal do Rio, onde tramita processo sobre pagamentos ilegais da empresa SBM Offshore a executivos da Petrobras. 

(EBC)