BR-101: motoristas enfrentam 27 quilômetros de engarrafamento

Cidades
Tpografia
  • Mínimo Pequeno Médio Grande Gigante
  • Fonte Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

Na BR-101, foi registrado no início da tarde, 27 quilômetros de congestionamento

Foto: Colaboração / Isabelle Villas Boas

Motoristas que optaram pegar a estrada na manhã desta sexta-feira (7), feriado da Independência do Brasil, em direção a Região dos Lagos ou Serrana, precisaram ter calma até chegar ao destino. O trânsito ficou intenso nas principais rodovias do Rio. Por volta das 7h, o tempo de travessia na Ponte Rio-Niterói chegou aos 45 minutos, sentido Niterói, com retenção nos acessos até a Praça do Pedágio. Ao longo da manhã, a Avenida Feliciano Sodré, no Centro de Niterói, também sentiu os reflexos do congestionamento.

Na BR-101, foi registrado no início da tarde, 27 quilômetros de congestionamento, com retenção dos km 320, na Av. do Contorno, em Niterói, até o km 293, próximo ao viaduto de Varandinha em Itaboraí. A Autopista Fluminense, concessionária que administra a Rodovia BR-101, acredita que mais de 447 mil veículos trafeguem pela rodovia durante o feriado. A concessionária informa que vai trabalhar com reforço na operação de atendimento ao usuário até a próxima segunda-feira.

A Alameda São Boaventura e a RJ-104 não apresentaram congestionamentos durante o dia.

PRF – Até as 23h59 do próximo domingo a Polícia Rodoviária Federal (PRF) permanece com a Operação Independência. Devido ao esperado aumento do número de veículos nas estradas por causa do feriado, a PRF está limitando o trânsito de veículos pesados com excesso de carga ou dimensões em estradas federais de pista simples.

A restrição para os veículos com excesso de carga ou dimensões começou a ser imposta das 6h às 12h de desta sexta e das 16h às 22h de domingo. Além disso, a vigilância será reforçada nos trechos que a própria instituição identifica como mais perigosos.

O principal objetivo da Operação Independência é contribuir para reduzir o número de acidentes nas estradas e garantir a segurança e a fluidez do trânsito. Também serão realizadas ações operacionais direcionadas para o combate à criminalidade.

Durante os dias de operação, policiais rodoviários serão distribuídos por pontos estratégicos com centenas de radares portáteis e mais de 2 mil bafômetros (etilômetro). Segundo a PRF, os radares serão distribuídos em intervalos irregulares, a fim de surpreender os motoristas que não respeitarem os limites de velocidade e as regras de trânsito. A medida, segundo a instituição, é uma forma de coibir um comportamento frequente: muitos condutores, após perceberem que passaram por uma fiscalização de radar, voltam a acelerar e ultrapassar o limite da via.

“Com o sistema de radares sequenciados, estes motoristas tenderão a tomar mais cautela, pois criarão a expectativa de serem flagrados por excesso de velocidade a qualquer momento e, assim, os riscos de acidentes diminuem”, sustenta a Polícia Rodoviária Federal em nota.