Frente fria chega com chuva e alagamentos em Niterói e SG

Niterói
Tpografia
  • Mínimo Pequeno Médio Grande Gigante
  • Fonte Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

Árvore caiu e destruiu parte da grade na Catedral São João Batista

Foto: Colaboração / Isabelle Villas Boas

A frente fria prevista para esta quarta-feira (13) mostrou a que veio. Uma forte chuva com ventos intensos atingiu as cidades de Niterói e São Gonçalo na madrugada e manhã desta quarta-feira (13), provocando alagamentos em diversas ruas de ambos os municípios. A Defesa Civil, na noite da última terça-feira (12), voltou a emitir estágio de atenção para a cidade de Niterói por conta da intensidade da chuva que avança pela Região Metropolitana do Estado.  

Diversas ruas amanheceram alagadas. Em Icaraí, na Zona Sul de Niterói, a Rua Presidente Backer, próximo ao Estádio Caio Martins ficou completamente alagada. Já na Avenida Roberto Silveira, bolsões de água tomaram as calçadas. Na Rua Gavião Peixoto, a chuva invadiu as ruas e as calçadas. Em Santa Rosa, moradores da Rua Doutor Mario Vianna tiveram complicações para transitar por conta do volume de água que invadiu as pistas. Em Charitas, na Avenida Professor Silvio Picanço, as duas faixas ficaram completamente alagadas. Uma faixa reversível foi montada no  sentido Centro para os veículos trafegarem. Agentes da NitTrans orientam o trânsito no local. 

Na Alameda São Boaventura, no Fonseca, Zona Norte de Niterói, o canal que corta as vias transbordou e as pistas ficaram debaixo de água. Moradores das ruas que cortam a Alameda também relataram nas redes sociais um intenso volume de água no bairro. Na Rua General Castrioto, no Barreto, as pistas molhadas complicaram o trânsito nos dois sentidos. Também no Barreto, na Rua Assis Vasconcelos, um ônibus da viação Galo Branco enguiçou  por conta do alagamento. Na Rua São Pedro, no Centro de Niterói, uma árvore caiu nesta manhã e destruiu parte da grade da Catedral São João Batista.  

Avenida Roberto Silveira ficou alagada

Foto enviada via Whatsapp O FLU

Em São Gonçalo, diversas ruas também ficaram alagadas com o temporal que atingiu a cidade durante a madrugada desta quarta-feira. Durante a manhã motoristas que passavam pela rodovia RJ-104 também encontraram alagamentos nos trechos do Laranjal, Jardim Catarina, e também na altura do bairro Colubandê.  

No Centro de São Gonçalo, motoristas tiveram transtornos na Avenida Presidente Kennedy, altura da Rua Salvatori, onde os veículos precisaram reduzir por conta do alagamento. Nos bairros do Mutuá, Portão do Rosa, Boa Vista e Gradim, as pistas molhadas dificultaram o tráfego de veículos e pedestres. Na rodovia RJ-106, trechos do bairro Arsenal e Tribobó tiveram pequenos bolsões de água em pontos do acostamento e das calçadas da rodovia.  

RODOVIAS FEDERAIS 

A chuva forte atingiu a Ponte Rio-Niterói, que registrou um volume intenso de água nas pistas nos dois sentidos. De acordo com a concessionária Ecoponte, o fluxo é lento, com tempo de travessia estimado em 20 minutos.  

Na rodovia BR-101, as pistas molhadas deixaram pequenos pontos de retenção no sentido Niterói, com lentidão na altura do km 313, no bairro Boa Vista, em São Gonçalo.  

O QUE DIZ A DEFESA CIVIL 

De acordo com o órgão, ainda não há registros de feridos ou de ocorrências de deslizamentos no município, mas a Defesa Civil informou, que a cidade voltou a entrar em estágio de atenção. A previsão é de que a chuva aumente ao decorrer do dia e continue até o próximo domingo.  

Segundo dados da Prefeitura de Niterói, os maiores registros de acumulados pluviométricos foram no Morro do Estado (32,0 mm), Bairro de Fátima (28,6 mm) e Santa Bárbara (24,8 mm).