Talento em franca maturação

Entretenimento
Tpografia
  • Mínimo Pequeno Médio Grande Gigante
  • Fonte Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

A artista visual niteroiense Cibelle Arcanjo participa da exposição coletiva “Serendipity”

Foto: Arquivo pessoal

A artista visual niteroiense Cibelle Arcanjo está participando da exposição coletiva “Serendipity” - realizada pela C. Galeria, no Jardim Botânico - ao lado de outros nove artistas: Allan Sieber, Bruno Portella, Fábio Carvalho, Fernanda Andrade, Liana Nigri, Marcelo Oliveira, Nathan Braga, Tangerina Bruno e Yhuri Cruz. A vernissage será neste sábado (2), às 16h. 

“A ‘Serendipity’ é um projeto anual da C. Galeria onde os próprios artistas representados pela galeria podem escolher artistas em início de carreira para compor a exposição por afinidade de pesquisa. Esse ano houve uma chamada aberta para todo o Brasil para que artistas enviassem portfólio e fui selecionada. Estou muito feliz! Essa é a primeira exposição em que participo. É uma oportunidade incrível de expor meu trabalho ao lado de outros artistas maravilhosos e antenados nas nossas questões atuais”, comemora Cibelle.  

Cibelle Arcanjo apresenta a obra “Maternidade” na exposição coletiva na C. Galeria

Foto: Arquivo pessoal

A palavra Serendipity significa feliz descoberta ao acaso, sorte de encontrar algo preciso onde não estávamos procurando e forma especial de criatividade; alia perseverança, inteligência e senso de observação. A obra que Cibelle irá apresentar é “Maternidade”, que poderá ser vista no espaço até dia 1° de março, de terça a sexta, das 11h às 19h.

“A ‘Maternidade’ é uma pintura que retrata uma mulher jovem de resguardo com seu neném no colo. Ela o abraça e ele, de boquinha aberta e expondo a fragilidade de seu corpo, repousa completamente apoiado nela. Mostra uma mulher pronta para amamentar a qualquer momento, com cabelos naturais amarrados rapidamente e fios soltos, a camisola dobrada na cintura. É uma mulher mãe que, naquele momento sozinha, atende à demanda de um novo ser. Mostra sua força e sua capacidade de empatia para além de tudo. Mas não vemos seu rosto e ela, de costas para nós, vislumbra uma janela. Qual horizonte ela deseja?”, analisa a artista.

A C. Galeria fica na Rua Visconde de Carandaí, 19 - Jardim Botânico, Rio. Abertura: 2, das 16h às 19h. Visitação: até dia 1º/3, de terça a sexta, das 11h às 19h.