Brasil vence os EUA e chega à decisão da Liga Mundial de Vôlei

Esportes
Tpografia
  • Mínimo Pequeno Médio Grande Gigante
  • Fonte Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

A Seleção Brasileira mostrou volume de jogo e força na defesa para superar o jovem time dos Estados Unidos, em Curitiba

Foto: Divulgação / FIVB

Jogando contra os Estados Unidos na semifinal da Liga Mundial, a Seleção Brasileira triunfou e garantiu vaga na grande decisão.Sob o comando de Renan Dal Zotto, o time verde e amarelo levou a melhor por 3 sets a 1, com parciais de 25/20, 23/25, 25/20 e 25/19, na Arena da Baixada, em Curitiba. Agora, o desafio é contra o vencedor da disputa entre França e Canadá.

Com o mesmo time titular dos últimos jogos, ambas as equipes entraram fortes no 40º confronto entre elas. Com um ace, o primeiro ponto foi garantido por Maurício Borges, no saque brasileiro, e a equipe seguiu na frente, mesmo com os rivais colando no placar. Os norte-americanos fizeram também bons saques e se mantiveram firmes na disputa. Lucão fez bloqueios certeiros e os Estados Unidos erraram três vezes consecutivas, entregando o primeiro set ao time verde e amarelo, com o placar de 25 a 20.

O ritmo dos norte-americanos obrigou os brasileiros a pressionar os adversários. O passe rival melhorou no segundo set e dificultou para a Seleção. Explorando o bloqueio, os Estados Unidos conseguiram abrir quatro pontos com Taylor Sander no saque. No domínio, eles deram poucas chances ao Brasil e levaram o segundo set por 25 a 23.

O terceiro set foi marcado por movimentação em quadra e lances fortes. Os brasileiros erraram, jogaram bolas para fora e deram pontos ao time de Sander, que marcou mais um ace. Lucarelli conseguiu imprimir bolas diretas na área rival e a vitória do terceiro set ficou mais perto com erro de Jaeschke. O ponto da vitória veio de um lance errado dos norte-americanos, fechando a parcial por 25 a 20.

Com a desvantagem de um set, os Estados Unidos começaram fazendo ponto com saque de Sander. Os brasileiros reagiram e logo abriram vantagem em cima dos rivais. Maurício e Bruninho participaram de um bom lance, que contou com peixinho do filho de Bernardinho e bola na área adversária enviada pelo número 13.

Com categoria, os brasileiros souberam administrar a vantagem. Em momento decisivo do set, Micah Christenson sacou direto na rede e deixou a vitória mais próxima da Seleção, que tinha grande apoio do público. Com saque de Mauricio, o Brasil levou o set decisivo por 25 a 19.

O próximo desafio do Brasil será a decisão da Liga Mundial hoje, às 23 horas, contra o vencedor da disputa entre França e Canadá. 

Se vencer, a Seleção se tornará a primeira equipe a vencer a Liga Mundial por dez vezes na história. As equipes derrotadas nesta sexta-feira, jogam pelo bronze do torneio, às 20h.