Brasileiros são eliminados no segundo dia do Aberto do Rio

Esportes
Tpografia
  • Mínimo Pequeno Médio Grande Gigante
  • Fonte Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

O segundo dia do Aberto do Rio de Janeiro, ontem, começou com brasileiros em quadra. Teliana Pereira, cabeça de chave número 1 do feminino e favorita, não superou a croata Petra Martic e acabou eliminada. João Souza também está fora da competição, após ser derrotado pelo argentino Diego Schwartzman. O único resultado positivo do Brasil foi inédito. Paula Gonçalves alcançou a primeira vitória em um torneio WTA e segue na disputa. 

Atual 43 do mundo e cabeça de chave 1 do torneio, Teliana Pereira encarou, na tarde de ontem, a croata Petra Martic, 162 do ranking. Apesar do favoritismo e de jogar em casa, a brasileira foi derrotada em sets diretos, com parciais de 6/3 e 7/5, e encerrou sua participação no Rio.

Em um jogo longo, com uma hora e 45 minutos, além de um forte calor, a tenista da casa teve seu serviço quebrado no primeiro set, enquanto a croata não deu brechas e fechou em 6/3. No segundo set, Teliana deu mostras de que equilibraria o jogo, uma vez que abriu uma vantagem de 4 games a 1. Porém, Martic foi mais eficiente do que sua adversária para quebrar o saque, e empatou o set. No 11º game, a cabeça de chave 1 teve seu serviço novamente quebrado, e Petra sacou para ganhar a partida, fechando em 7/5, e eliminando a primeira favorita ao título. 

Feijão – Mais uma vez, João Souza, o Feijão, não teve campanha convincente durante um torneio. Em sua estreia no Rio de Janeiro, foi derrotado pelo argentino Diego Schwartzman por 6/3 e 6/2, e despediu-se da disputa. Em uma hora e 14 minutos de jogo, o brasileiro não teve boa atuação, principalmente no saque. Além de três duplas faltas, teve um aproveitamento de apenas 46% no primeiro serviço, fato que facilitou a vida do oponente.

Como em 2015 havia caído apenas nas quartas de final, Feijão, hoje 168 do ranking, perderá pontos, mas se mostrou conformado.