Chape e Coritiba fazem duelo de opostos na Arena Condá

Esportes
Tpografia
  • Mínimo Pequeno Médio Grande Gigante
  • Fonte Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

Os jogadores do Coritiba querem livrar o clube do risco de rebaixamento

Foto: Divulgação

A última rodada do Campeonato Brasileiro 2017 reservou a Chapecoense e Coritiba um duelo com cara de decisão, neste domingo, às 17 horas (de Brasília), na Arena Condá, em Chapecó. De um lado os donos da casa, vivendo mais um final de ano cercado por emoções, querem a vaga no G-8, ou quem sabe G-9, enquanto de outro, ainda dependendo de suas próprias forças, o Coxa tenta se livrar do rebaixamento.

O técnico Marcelo Oliveira terá desfalques para montar o time. Após sentirem lesões musculares, o volante Alan Santos, o lateral-direito Dodô e o atacante Henrique Almeida foram vetados pelo departamento médico. Já o zagueiro Werley e o meia Yan Sasse, que receberam terceiro amarelo, cumprem suspensão automática.

O comandante coxa-branca sabe a rodada pode ajudar, mas está confiante que o Alviverde resolva sua situação sem precisar fazer contas.
“É uma situação difícil, mas nossos adversários também estão em uma situação complicada com jogos contra times fortes. A Chapecoense é um time que joga muito bem, mas é possível ganhar, desde que a gente produza bem. Essa nossa semana tem que ser muito proveitosa no aspecto tático e principalmente de mobilização para esta grande partida”, avaliou.

Em uma semana marcada pela emoção após um ano da tragédia, a Chape entrará em campo cercada por homenagens, mas também renovada pela esperança. Uma vitória, além de uma combinação de resultados e um possível título do Flamengo da Sul-americana, pode levar a equipe catarinense de volta à Libertadores da América.

O técnico Gilson Kleina, que deve manter João Pedro no meio-campo, elogiou o trabalho do colega adversário e sabe que será um jogo duro, e por isso pede concentração exclusivamente no futebol.