Cristiano Ronaldo diz que usa críticas para evoluir na carreira

Esportes
Tpografia
  • Mínimo Pequeno Médio Grande Gigante
  • Fonte Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

Fazendo um início de temporada atípico em relação às outras que disputou, Cristiano Ronaldo tem sido alvo de algumas críticas por seu desempenho. É inquestionável, porém, o reconhecimento que tem no universo do futebol. Um dos jogadores que mais divide opiniões, CR7 garantiu que vê os críticos como peças fundamentais para seu sucesso. “O futebol me mostrou que preciso usar as pessoas negativas como motivação. Na verdade, preciso das pessoas que me odeiam. Elas me ajudaram a alcançar tudo o que já ganhei. Ninguém é mais exigente comigo do que eu mesmo”, revelou o atacante em entrevista a Coach Magazine. 

Nome certo nas indicações para melhor do mundo, Cristiano domina, ao lado de Lionel Messi, os títulos e Bolas de Ouro – são três do português, contra cinco do argentino. Apesar de serem polos opostos da mesma discussão, o jogador afirmou que a gritante rivalidade entre os dois não passa de uma polêmica criada pelos veículos de comunicação. “Não somos bons amigos, mas existe respeito por ambas as partes. A mídia vende uma grande rivalidade, mas não a temos”, explicou. Por último, o astro do Real Madrid revelou quem são seus ídolos. “Admirava muito o Figo e o Rui Costa, mas nunca quis imitar ninguém”, finalizou o português. 

Mourinho – José Mourinho foi multado pela Federação Inglesa (FA, em inglês) por afirmar que seria “difícil” para o árbitro Antony Taylor apitar o jogo entre os Red Devils e o Liverpool por ter base em Manchester. O treinador português fez os comentários antes do último clássico entre as equipes – empate sem gols no dia 17 de outubro. Mourinho tem até o dia 31 de outubro para responder à multa por conduta imprópria, já que os treinadores não podem falar da arbitragem antes dos confrontos. Na partida, Taylor aplicou quatro cartões amarelos, todos para atletas do Manchester United. “O técnico do Manchester United, José Mourinho, foi acusado de conduta imprópria, em respeito aos comentários relativos ao árbitro escolhido para a partida entre Liverpool FC vs Manchester United FC na segunda-feira, 17 de outubro de 2016”, informou a associação em comunicado. Os treinadores não podem falar da arbitragem na Inglaterra desde 2009, quando a decisão foi tomada para evitar que os discursos influenciassem em decisões dentro de campo.