Soares avança às quartas de Wimbledon

Esportes
Tpografia
  • Mínimo Pequeno Médio Grande Gigante
  • Fonte Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

Em uma partida espetacular pelas oitavas de final do torneio de duplas de Wimbledon, o brasileiro Bruno Soares e o escocês Jamie Murray venceram nesta terça-feira (5), o croata Mate Pavic e o neozelandês Michael Venus. Em cinco sets, parciais de 6/3, 7/6 (3), 4/6, 4/6 e 16/14, após mais de cinco horas de jogo, a dupla se garantiu nas quartas de final do torneio londrino, superando a paralização do confronto na última segunda-feira, quando as duplas tiveram de sair de uma das quadras do All England Club por conta da falta de luz natural.

Sem refletores nas quadras alternativas, Murray e Soares tiveram de esperar até o dia seguinte para fechar o confronto e garantir uma vaga nas quartas de final do terceiro Grand Slam do ano. O último set foi marcado pelo equilíbrio extremo entre as duplas, além da tensão antes de definir as jogadas. A dupla do britânico e do brasileiro tiveram de suar para garantir a vitória, já que após estar vencendo por 2 sets a 0, cederam o empate improvável e por pouco não sofreram uma virada épica.

O controle psicológico e a experiência tanto de Murray quanto de Soares falaram mais alto no momento decisivo e conseguiram confirmar o favoritismo, já que são a dupla cabeça de chave número três de Wimbledon. Fechando a última parcial em 16/14, agora eles enfrentam Benneteau/Roger-Vasselin, que venceram Pospisil/Sock por 3 sets a 2, com parciais de 6/4, 3/6, 6/7 (3), 7/5 e 6/4. 

Bellucci – Após ser eliminado na segunda rodada de Wimbledon, Thomaz Bellucci voltou a disputar um torneio challenger, fato que não acontecia a mais de um ano. Na estreia do Challenger de Braunschweig, disputado na Alemanha, o brasileiro, cabeça de chave número 1 do torneio e 62 do mundo, venceu o alemão Andreas Beck (286º) em sets diretos, com parciais de 6/3 e 6/2.

A firmeza no saque do brasileiro se manteve também na segunda parcial, visto que não cedeu chances de quebra ao oponente e ainda teve oito favoráveis, aproveitando duas delas e abrindo a vantagem para liquidar a partida.