Banda da PM presta homenagem a policiais

Polícia
Tpografia
  • Mínimo Pequeno Médio Grande Gigante
  • Fonte Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

A Banda Sinfônica da Polícia Militar do Rio de Janeiro promoveu nesta quarta (1º), Dia de Finados, um concerto no manifesto Paz para o Rio, em homenagem aos 114 policiais militares assassinados este ano no Estado. A homenagem foi proposta pela administração do Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, Zona Oeste da capital, e aceita imediatamente pela corporação, disse o major Ronaldo Almeida, comandante da Companhia de Músicos da PM.

A homenagem aos mortos, ao mesmo tempo em que lembra a tristeza da perda de entes queridos, quer falar de esperança e de vida, disse Ronaldo Almeida. Segundo o major, 2017 não é um ano comum. “A gente não tem como comum a morte de tantos policiais em um período tão curto assim, e a gente viu nessa parceria [com o Jardim da Saudade] a oportunidade de poder honrar os nossos policiais que derramaram o seu sangue em prol da sociedade”.

A intenção, disse o comandante da Companhia de Músicos, é dar relevância ao fato e não deixar passar em branco. “A gente quer dizer para os familiares que eles não morreram em vão, que a sociedade se vê protegida”. 

O chefe do Estado-Maior da PM, coronel Lúcio Flávio Baracho, disse que a corporação está trabalhando para que esse ciclo de violência se encerre. “É um trabalho que tem de ser prestado a toda a sociedade. É um policiamento com ostensividade, a presença permanente e firme da Polícia Militar. A ostensividade vai inibir o crime”, assegurou.