NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Mãe que abandonou bebê em SG tem 23 anos e outros três filhos

Ela disse que não percebeu os sinais da gravidez

Mulher disse que não tem condições financeiras de cuidar do bebê

Marcelo Feitosa

A mulher que abandonou um bebê no Porto da Madama, em São Gonçalo, nesta semana, tem apenas 23 anos. Segundo a Polícia Civil, ela tem outros três filhos e decidiu abandonar a criança alegando não ter condições de criá-la. A mãe foi localizada nesta quinta-feira (29) e levada para prestar depoimento. 

Na 73ª DP, em Neves, a mulher disse que não sabia que estava grávida. Ao ser questionada se não percebeu nenhuma mudança em seu corpo, a jovem disse que sentia dores, mas que achava que eram cólicas normais. Ela também informou à polícia que sofreu um aborto espontâneo há pouco tempo e que, por isso, acreditava não estar grávida. Familiares também afirmaram que não perceberam a gravidez.

O parto aconteceu dentro de casa, onde ela mora de favor, na noite de segunda-feira (26). Um dos seus filhos presenciou a cena. Segundo a delegada Carla Tavares, titular da distrital, na hora de narrar o momento do nascimento, a mulher demonstrou arrependimento pelo abandono. 

A jovem também disse que não tinha a intenção de matar a criança, mas sim de "se livrar" dela, por problemas financeiros. Ela declarou que o objetivo de deixar o menino naquele lugar era para que alguém achasse e cuidasse dele e sabia que o carro, sob o qual deixou o bebê, estava abandonado e não o atropelaria.

A jovem foi liberada após a realização do procedimento médico e responderá em liberdade pelo crime de abandono de incapaz. O inquérito já foi encerrado e será encaminhado ao Ministério Público (MP), que avaliará se sua prisão

é necessária. O crime prevê uma pena de até 4 anos de reclusão. 

Ainda segundo a polícia, a mãe não demonstrou interesse em reaver a guarda da criança. Por isso, Pedro, como foi batizado, deve ser encaminhado à adoção pelo Conselho Tutelar. O órgão irá acompanhar a família para avaliar se os demais filhos correm algum risco de abandono.

Scroll To Top